Seguidores

Cantinho da Aracy Headline Animator

quinta-feira, 24 de maio de 2012

O que será???

Ontem separei e cortei os tecidos.
Escolhi os aviamentos e comecei a fazer os pontos decorativos... detalhes que enriquecem o trabalho

Hoje a tarde rendeu, alfineta, alfineta, alfineta...
Corta, costura, torna a cortar e no final do dia tudo costuradinho, amanhã é só arrematar e fazer os acabamentos à mão.
Semana que vem entrego esta encomenda.

"Cantinho da Aracy - retalhos e bordados- fazendo artesanato com carinho pra você"

terça-feira, 22 de maio de 2012

Almofadas para gêmeas

Há uns dias mostrei tecidos para um novo projeto, e agora há pouco, quando terminei a postagem anterior, me dei conta que não tinha mostrado o projeto pronto, então vamos lá...

Duas almofadas simples e delicadas nos tons de rosa e lilás com aplicação de borboletas e os nomes das meninas gêmeas, esta foi a encomenda e na sexta feira passada eu terminei, vou entregar neste sábado e elas seguirão viagem para Belo Horizonte - MG


As fotos acima mostram etapas da execução do projeto.
E eis que em meio à execução, uma imagem que eu curti e resolvi registrar:
Quando postei na fanpage esta foto, uma amiga postou o seguinte comentário:
"Retrato fiel de um ateliê em movimento!!!"
Achei muito legal este comentário.
 Terminando de mostrar o projeto, o avesso bem acabadinho,
 a parte de trás simples, mas delicada. Fácil pra retirar a capa pra lavar. A almofadinha dentro tem capinha de TNT.
Mais uma encomenda do "Cantinho da Aracy - retalhos e bordados - fazendo artesanato com carinho pra você."

Uma tarde de compras no Brás

Ontem tive um dia muito gostoso, saí pela manhã com o maridão, pegamos a filhota e fomos juntos resolver um compromisso pessoal, depois almoçamos no Rancho da Empada na Vila Mariana, hummm.... delícia!
Levamos a filhota de volta pro trabalho e seguimos para o Brás, eu precisava fazer umas comprinhas para as duas próximas encomendas do Cantinho da Aracy e a tarde rendeu.
Bem, rendeu no horário e rendeu na economia, eba!!!
Antes de falar das compras queria dizer que amei a companhia do maridão, ele me incentiva muito, amo estar com ele.

Quero contar um pouco das compras e dar umas dicas que podem ser interessantes para compras na região.
Minha listinha de compras era composta de:
- Toalhinhas sociais brancas - melhor lugar pra encontrar isto é na Rua Bresser, lado direito da Av. Celso Garcia sentido centro bairro, lá a gente acha tudo em material de sacaria e toalhas por preços ótimos, aproveitei, não coloquei aí na foto, mas comprei também sacos para pano de chão aqui pra casa.

Como tínhamos estacionado num local que tinha preço único não importando o tempo, resolvemos ir à pé ver outras coisas, foi ótimo, pude conhecer o comecinho da Rua Joli e descobri armarinhos muito especiais, daí acrescentei itens à minha listinha...rsrsrs

- Balancim Cardenas
- Matriz para forrar botão bombê nº 16
- Caixa de botões bombê nº 16
- Silicone líquido para linha
- Giz de costura branco e amarelo
  Gente, foi demais, comprei tudo isto na Joli Aviamentos, exatamente há uma quadra da Av. Celso Garcia e paguei o valor de R$ 81,15 - isto mesmo, fiquei mega feliz, o Balancim me custou apenas R$ 60,00
Aproveitei e perguntei sobre onde encontrar botão de pressão Ritas, me indicaram o número 73 da mesma rua, voltei uns metros e  mais dois itens na lista
- Botão de plástico de pressão Ritas nº 10
- Matriz pra colocar estes botões
Comprei na RL Aviamentos e paguei R$ 10,50 - não sei se foi mais barato que em outros lugares, mas depois fui descobrindo que por ali tem muitas outras lojas que vendem este material e com muita variedade, espero em outras idas ao Brás ir me equipando com acessórios do Balancim, um pouco de cada vez né?

Continuamos a caminhada e aproveitei pra observar muitas coisas:
Naquela região é possível comprar zíper, elástico, renda, linha, botões, fivelas, ilhós... nossa, muitas coisas, vale separar um tempo e conhecer as lojas por lá, os preços são ótimos e é muiiiiiiiiiiiiiiiiito mais tranquilo do que a região da 25 de março, principalmente se você for no período da tarde.

- Tecido azul claro de poás - chegamos na Telanipo, eu precisava de um tecido para um próximo projeto, agora gente, só aqui entre nós, os tecidos da Telanipo são lindos, mas o preço anda uma exorbitância.
Bem, eu já sabia disso, mas como era somente 1 1/2 metro de tecido não justificava gastar tempo, combustível e outro estacionamento indo na 25, então comprei lá mesmo e risquei mais um item da listinha

Voltamos por outras ruas, pegamos o carro e seguimos para o Gasômetro, ali mesmo no Brás, uma região onde você encontra ferragens pra bolsas, ia comprar os dois últimos itens da minha lista:
- mosquetão
- meia lua
Amei!!! Pretendia comprar 6 peças de cada pra aproveitar que já estava lá, mas quando vi o preço acabei comprando 10...rsrsrs, mas vejam só, comprei na 0Kero Fivelas, na Rua Vasco da Gama e paguei por todas as 20 peças o valor de R$ 11,00.
No ano passado quando comprei este material aqui em Santo Amaro cheguei a pagar R$ 3,00 cada mosquetão, é um absurdo a diferença.

Passava das 16 horas e já estávamos voltando pra casa, eu feliz da vida por ter resolvido tudo, nos próximos dias mostrarei os andamentos dos novos projetos, aguardem.

Espero que estas dicas te ajudem quando for ao Brás, descobrindo mais dicas eu conto.

segunda-feira, 14 de maio de 2012

tecidos para um novo projeto

Via Flickr:
Hoje comecei um novo projeto, separei tecidos, esquemas no caderno, já comecei a cortar e costurar.
Esta foi a primeira foto que tirei, agora que comecei já inclui e tirei um ou outro tecidinho...rsrsrsrs
Daqui sairão duas almofadas infantis, encomenda de uma amiga do LQ, logo mostro prontas, se Deus quiser.

sábado, 12 de maio de 2012

Neste DIA DAS MÃES


Véspera de mais um Dia das Mães e estou aqui relembrando muitas coisas a respeito da minha doce e linda mãezinha, como sou grata a Deus pela vida desta mulher sempre meiga, carinhosa, paciente, modelo de fé e esperança, amiga, melhor mãe, melhor sogra, melhor vó, melhor bisa do mundo, um mega presente pra minha vida.

Véspera de mais um Dia das Mães, também estou pensando nos meus três filhos, joias preciosas que Deus me deu, hoje adultos, vivendo suas vidas em suas casas, formando suas famílias, mas sempre presentes, carinhosos, amigos, parceiros, outros três megas presentes em minha vida

Pensando nestes presentes especiais fui em busca de um texto que expressa muito do que sinto hoje e escolhi um texto da cronista Lya Luft que tenho aqui guardado há algum tempo, com ele quero homenagear a todas as mães, em especial a minha mãezinha e agradecer aos meus filhos que me deram este lindo título: MÃE

Que Deus nos abençoe ao lado de nossos queridos e nos dê sabedoria dia a dia.



A canção de qualquer mãe

Lya Luft

"Filhos, vocês terão sempre me dado muito mais do que esperei ou mereci ou imaginei ter"



Que nossa vida, meus filhos, tecida de encontros e desencontros, como a de todo mundo, tenha por baixo um rio de águas generosas, um entendimento acima das palavras e um afeto além dos gestos – algo que só pode nascer entre nós. Que quando eu me aproxime, meu filho, você não se encolha nem um milímetro com medo de voltar a ser menino, você que já é um homem. Que quando eu a olhe, minha filha, você não se sinta criticada ou avaliada, mas simplesmente adorada, como desde o primeiro instante.
Que, quando se lembrarem de sua infância, não recordem os dias difíceis (vocês nem sabiam), o trabalho cansativo, a saúde não tão boa, o casamento numa pequena ou grande crise, os nervos à flor da pele – aqueles dias em que, até hoje arrependida, dei um tapa que ainda agora dói em mim, ou disse uma palavra injusta. Lembrem-se dos deliciosos momentos em família, das risadas, das histórias na hora de dormir, do bolo que embatumou, mas que vocês, pequenos, comeram dizendo que estava maravilhoso. Que pensando em sua adolescência não recordem minhas distrações, minhas imperfeições e impropriedades, mas as caminhadas pela praia, o sorvete na esquina, a lição de casa na mesa de jantar, a sensação de aconchego, sentados na sala cada um com sua ocupação.
Que quando precisarem de mim, meus filhos, vocês nunca hesitem em chamar: mãe! Seja para prender um botão de camisa, ficar com uma criança, segurar a mão, tentar fazer baixar a febre, socorrer com qualquer tipo de recurso, ou apenas escutar alguma queixa ou preocupação. Não é preciso constrangerem-se de ser filhos querendo mãe, só porque vocês também já estão grisalhos, ou com filhos crescidos, com suas alegrias e dores, como eu tenho e tive as minhas. Que, independendo da hora e do lugar, a gente se sinta bem pensando no outro. Que essa consciência faça expandir-se a vida e o coração, na certeza de que aquela pessoa, seja onde for, vai saber entender; o que não entender vai absorver; e o que não absorver vai enfeitar e tornar bom.
Que quando nos afastarmos isso seja sem dilaceramento, ainda que com passageira tristeza, porque todos devem seguir seu caminho, mesmo que isso signifique alguma distância: e que todo reencontro seja de grandes abraços e boas risadas. Esse é um tipo de amor que independe de presença e tempo. Que quando estivermos juntos vocês encarem com algum bom humor e muita naturalidade se houver raízes grisalhas no meu cabelo, se eu começar a repetir histórias, e se tantas vezes só de olhar para vocês meus olhos se encherem de lágrimas: serão apenas de alegria porque vocês estão aí. Que quando pareço mais cansada vocês não tenham receio de que eu precise de mais ajuda do que vocês podem me dar: provavelmente não precisarei de mais apoio do que do seu carinho, da sua atenção natural e jamais forçada. E, se precisar de mais que isso, não se culpem se por vezes for difícil, ou trabalhoso ou tedioso, se lhes causar susto ou dor: as coisas são assim. Que, se um dia eu começar a me confundir, esse eventual efeito de um longo tempo de vida não os assuste: tentem entrar no meu novo mundo, sem drama nem culpa, mesmo quando se impacientarem. Toda a transformação do nascimento à morte é um dom da natureza, e uma forma de crescimento.
Que em qualquer momento, meus filhos, sendo eu qualquer mãe, de qualquer raça, credo, idade ou instrução, vocês possam perceber em mim, ainda que numa cintilação breve, a inapagável sensação de quando vocês foram colocados pela primeira vez nos meus braços: misto de susto, plenitude e ternura, maior e mais importante do que todas as glórias da arte e da ciência, mais sério do que as tentativas dos filósofos de explicar os enigmas da existência. A sensação que vinha do seu cheiro, da sua pele, de seu rostinho, e da consciência de que ali havia, a partir de mim e desse amor, uma nova pessoa, com seu destino e sua vida, nesta bela e complicada terra. E assim sendo, meus filhos, vocês terão sempre me dado muito mais do que esperei ou mereci ou imaginei ter.


sexta-feira, 11 de maio de 2012

Na #sextacriativa um papeiro para a mamãe


Há alguns dias já comentei aqui sobre o momento que vivemos com a mamãe e, por conta da sua situação de saúde, é sempre necessário uma toalhinha ou pano de pratos pra proteger a roupa na hora da alimentação.
Há um tempo estivemos no aniversário dela em uma cantina aqui em São Paulo e eles deram um papeiro pra quem quisesse comer massa, algo típico em alguns destes restaurantes italianos, eram feitos em TNT, descartáveis, mas as cuidadoras da mamãe levaram dois deles pra casa e ficaram usando com ela diariamente, agora estavam horríveis.
Conversando com uma das acompanhantes na semana passada ela sugeriu que o tecido de fralda seria ideal pra fazer outros papeiros, pois são fininhos, não ferem a boca se for preciso limpá-la e práticos pra lavar, então fiquei com a ideia na cabeça e hoje fiz este primeiro pra testar a ideia, achei que valeu, farei outros.
Como ela gosta muito de azul coloquei viés azul na volta toda e apenas apliquei no cantinho a letra inicial do nome dela pra dar um charme, o que vocês acham?
Mais um trabalhinho do "Cantinho da Aracy, artesanato feito com carinho pra você"

quinta-feira, 10 de maio de 2012

Bolsa Barcelona

Estou feliz, ontem consegui retomar minhas costuras depois da pausa pra cuidar da mudança e casa nova do papai e da mamãe, falei sobre isto na postagem anterior
Foi pouco o tempo que tive ontem, cuidei de pregar os botões e alguns outros detalhes pequenos, mas que agregam valor à peça.
Hoje pude passar bastante tempo no ateliê e terminei a bolsa encomendada há tempos por uma amiga do Love Quilts Brasil, no final do mês, quando teremos nosso encontro anual, devo entregar em mãos e espero que ela goste bastante.
Acima um mosaico mostrando detalhes:
- ponto decorativo à máquina
- bolsos internos
- fechamento com zíper



Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...